RIM 17 – A Francesinha

A Rota Internacional Motonliners.pt, edição de 2017 começa oficialmente aqui.

Este é o Hard Drivers, local conhecido pelas suas Francesinhas e directamente ligado ao mundo das motas. O próprio restaurante, para alem de tratar do estomago dos clientes, tem uma oficina para intervenções , quer de rotina , quer de costumização de motos.

Para que todos se sintam em casa, clientes e motas, a decoração tem um ar motard onde elas (as motas) são elemento de decoração de destaque.

Mas antes de chegarmos aqui, a algazarra começou um par de horas antes, uns km mais a norte, no Cais de Gaia.

Faltava o Michel e a Eli, que estavam a caminho, pelo que o pessoal decidiu fazer tempo e sentar-se na esplanada.

Deste lado as cascaveis, e de frente….

…os escorpiões!
Estava assim garantida uma excelente sessão de frases envenenadas, bocas foleiras e gargalhadas a condizer.
Eu tive que abandonar a “arena” para ajudar o Michel com o Check In e depois leva-los ao Hard Drivers onde o grupo ser reuniria ao Fabio e à Celia que já lá estavam à espera do pessoal!

Seguramente que, ao verem o espalhafato, e tendo-me a mim como único vinculo, este jovem casal se deve ter perguntado:
-Será que este é o grupo certo!?
Uma vez chegado, na companhia do Michel e da Eli, estávamos todos prontos para atacar o que viesse!

Mivla, meu amigo, primeira regra para poder prestar atenção ao LoneRider:
– Não ligues a patavina do que te possa dizer!

O Diogo, foi quem, sem sombra de duvida, repetiu mais vezes as palavras “Curva”, “Estrada” e “Serra” em toda a noite!

Nem as rainhas da noite, as tão apetitosas Francesinhas, foram capaz de atenuar a algazarra.
Nota cinco estrelas para o delicioso manjar, que soube bem acomodar os estômagos famintos do pessoal.

Este era, supostamente, o momento alto da noite.
Não por mim, que não valho nadinha, mas porque se fazia a apresentação da RIM, com os seus conselhos e sugestões para que tudo fosse conforme planeado e sem surpresas.

Coisas simples, pequenos conselhos e mais alguma laracha fácil, mas que serve para que todos saibamos que o que interessa é o pessoal curtir e ter uma ideia positiva deste evento que pretende, para alem de unir pessoas à volta das motas, promover o mototurismo.

Em falar em mototurismo….
Aqui esta um dos melhores exemplares para a practica do mesmo!
Era hora de ir para o hotel e despedirnos do KOK, Claxav, Mivla, Serzedo e Pendurinha!
Um grande abraço ao Claudio (Claxav), pela excelente organização, pela dedicação e por não ter trazido a ventoinha, que o mais certo é que terminássemos todos a empurra-la para ver se a conseguíamos por a trabalhar!

Vamos embora pessoal!
Que amanhã começa o bem bom!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s